A primeira edição dos Globos Zap: participantes nas mãos do público
Destaque | Marcas

A primeira edição dos Globos Zap: participantes nas mãos do público

No dia 17 de Outubro do ano corrente, ocorrerá a gala da primeira edição dos Globos Zap. A gala será apresentada por Pedro N’zagi, e como grande diferencial trará pela primeira vez, um evento onde apenas o público decide quem serão os grandes vencedores.

Nesta quinta-feira, 10 de setembro, ocorreu a conferência de imprensa do evento.

A reunião se realizou através da plataforma digital, Zoom.

Esta que contou com a presença online de diversos jornalistas dos mais variados orgãos de comunicação de Angola e também de Moçambique.

A primeira edição dos Globos Zap: participantes nas mãos do público

Além disso, a videoconferência contou com as intervenções de Catarina Tavira, directora da unidade de negócio de Televisão da ZAP e de Jorge Antunes Director do ZAP Estúdios.

Durante a conferência se deu a conhecer que a primeira edição dos Globos Zap terá 12 categorias.

Estas que estão divididas em dois módulos, música e televisão Zap Viva.

Na música, o público será desafiado a votar nas categorias de Melhor Grupo de Música Urbana, Melhor Grupo de Música Moderna/Tradicional, Melhor Cantor, Melhor Show Ao Vivo ZAP Viva e Melhor Música 2019 –2020.

O módulo Televisão ZAP Viva compreende as categorias Melhor Apresentado e Apresentadora, Melhor Repórter, Melhor Programa de Talentos e Melhor Programa de Entretenimento e Actualidade.

Jorge Antunes, explicou que a categoria Televisão apenas irá premiar os profissionais do ZAP Viva. 

Sobre a gala, disse: “será um evento especial, em que não teremos público na plateia como temos tido com outros formatos de sucesso como o Unitel Estrelas ao Palco”, apontou. 

Efectivamente, os Globos ZAP distinguem-se de outras premiações pelo público angolano ser verdadeiramente soberano.

Não apenas na escolha dos vencedores como na escolha dos próprios nomeados.

“Nos Globos ZAP não existe um painel de ilustres que decide os nomeados para as diferentes categorias.

Desde a primeira fase do projecto é o povo angolano que decide os rostos a serem nomeados e, numa segunda fase, os vencedores.

Pela primeira vez na história da televisão angolana, o público angolano é verdadeiramente soberano”, refere Jorge Antunes.

A primeira edição dos Globos Zap: participantes nas mãos do público
A primeira edição dos Globos Zap: vencedores nas mãos do público

no entanto

no entanto

no entanto

no entanto

no entanto

no entanto

no entanto

Similar Posts