Hoje de manhã, Carlos Guardado, administrador municipal de Benguela foi detido, e foi supostamente indiciado pelos crimes de peculato, tráfico de influência, corrupção e furto doméstico.

Em Benguela, é a primeira vez que acontece isso, um governante ser detido em plenas funções.

Detido por corrupção e furto doméstico – Administrador de Benguela

Carlos Guardado, foi nomeado como administrador municipal de Benguela em 2017.

Portanto, antes, ocupava as mesmas funções no município do Cubal.

Anteriormente, Carlos havia exercido o cargo de director do Fundo de Apoio Social(FAS).

Administrador de Benguela detido corrupção e furto doméstico figuram os crimes

O Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação Provincial do Ministério do Interior deu a conhecer que também se encontra detido o ex-funcionário da Administração Municipal de Benguela, João José Bernardo.

Entretanto, por ordem do Magistrado do Ministério Público, os dois foram detidos pelos mesmos crimes, nesta manhã.

Outras detenções

O responsável da Estação de Desenvolvimento Agrário do município do Bocoio, Paulo da Silva Cabaça também foi detido.

Porém, Paulo foi indiciado pelos crimes de abuso de confiança, burla por defraudação e especulação.

De igual modo, o chefe de Secção Municipal da Agricultura, José Domingos Manuel foi detido.

E os funcionários da Administração Municipal do Bocoio, Pedro Chicule, Chicusse Joaquim, Firmino Calulembe e Santos Faustino também foram.

Os detidos no município do Bocoio já foram presentes ao magistrado do Ministério Público que confirmou a medida de coação pessoal de prisão preventiva.

Uma vez que está aqui, saiba mais sobre o que Isabel dos Santos falou sobre ter mudado de nome!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.