Agente da Polícia Nacional, foi morto à catanada, na tarde da passada Sexta-feira (10), em missão de serviço, na operação de captura de um cidadão que causava pânico nas ruas de Bocoio, em Benguela, ameaçando civis.

Ademais, a operação de captura do Comando Municipal do Bocoio, culminou com morte de Francisco Cavondola, primeiro subchefe da Polícia Nacional.

Entretanto, o malogrado, não resistiu ao golpe de catana.

Assim, a perseguição do agressor, acusado de causar distúrbios e pânico no seio social não terminou apenas com uma morte.

O agressor, não deixou alternativas a Polícia que o travou, mortalmente no local.

Agente da Polícia morto à catanada em operação de captura em Benguela

Segundo o Jornal o País, malfeitor, de nome Quinito, é conhecido pela vizinhança.

Portanto, agrediu o cidadão, Xavier Dala, que se encontra internado no hospital municipal, mas sem risco de vida.

No entanto, após a polícia ser notificada, foi ao encontro do acusado, Quinito.

Neste momento, o mesmo ataca mortalmente, o subchefe da polícia, lhe atingindo com catana no rosto.

Agente da Polícia morto à catanada em operação de captura em Benguela

Após atingir o subchefe, apoderou-se da sua arma e fez, ao todo, 12 disparos, sem causar mais vítimas.

De acordo com o porta-voz provincial da Polícia de Benguela, as investigações estão a ser feitas.

Uma vez que, não pode se obter uma confissão, já que o acusado, foi morto, pela polícia.

Além disso, o porta-voz, admitiu também, que fica difícil, descobrir os reais motivos dos ataques do agressor, que causava Pânico.

Contudo, a polícia já localizou e contactou os familiares do homicida, a fim de, colher informações, para tentar perceber se foi ou não um acto planeado.

Agente da Polícia morto à catanada em operação de captura em Benguela

Assim sendo, jovem de nacionalidade angolana, de 18 anos, mata seu amigo, de 15 anos, com recurso a arma branca (faca), na província de Benguela, por dívida de 500 Kwanzas. Saiba tudo, clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.