Destaque

Aline Frazão no palco de São Luiz

A cantora angolana Aline Frazão mostrou ontem à noite no centenário  Teatro Municipal de São Luiz, em Lisboa, os tons e as cores do seu  “Movimento”, o segundo disco a solo depois de Clave Bantu.

Movimento tem doze temas, onde as coordenadas musicais e geográficas de Angola estão bem presentes, mas onde se sentem as outras influências de Aline, como o Brasil ou Cabo Verde. “Tanto”, até devido ao videoclip presente no YouTube, foi o tema mais rodado, mas a par dele insinuaram-se “As paredes do Mayombe”, “Desassossego”, “Ronda”, “A cidade que eu habito”, “Kalemba” ou “A última bossa”. Aline, que não escreve nem lê música, procura, com os músicos, dar a cada canção a forma que ela ambiciona. “Trabalho de uma forma completamente intuitiva, com a memória. Costumo dar inputs de sentimentos, ambientes, quase uma brincadeira poética. Estamos todos, os músicos e eu, como se estivéssemos em palco, e acabamos por conseguir coisas bastante originais.” No palco do São Luiz, ontem, estiveram com Aline Frazão os músicos que participaram na gravação do disco, Francesco Valente, contrabaixo e baixo-eléctrico,  Marcos Alves, bateria e percussão, Marco Pombinho, piano e Fender Rhodes e, como convidado (no disco, os convidados foram os cabo-verdianos Miroca Paris e Vaiss), o guitarrista português João Pires. “Tem uma linguagem muito rica, um percurso muito interessante. Esteve muito tempo a viver em Cabo Verde e agora vive no Brasil.”
Ela, por sua vez, vive desde Novembro de 2013 em Barcelona, está a fazer um curso ligado ao cinema, guionismo. Quis afastar-se de Lisboa por um tempo. E vem com “muitíssima frequência” a Luanda, pois é daqui que lhe vem a história. E a inspiração.
Aline Frazão nasceu em Luanda, mas na sua trajectória musical e de vida cruzam-se Lisboa, Madrid, Barcelona, Galiza, Brasil e Cabo Verde. Aline Frazão, que Lisboa ouviu recentemente no espectáculo de tributo a Joni Mitchell, é a novidade vocal angolana do momento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Similar Posts