AMA AFIRMAM-SE NO MERCADO EM NOITE DE VITÓRIA PARA ANSELMO E KYAKU KADAFF

0

Era previsível que, à semelhança do ano passado, Anselmo Ralph seria o grande vencedor da noite (venceu em todas as categorias a que estava nomeado), mas mesmo assim os AMA2014 conseguiram surpreender. Kyaku Kadaff fechou o evento em lágrimas depois de vencer o prémio de Música do Ano e foi anunciado que a próxima edição vai acontecer em Saurimo, Lunda Norte.

Numa noite de Cacimbo que já se faz longo, os Angola Music Awards decorreram na tenda de eventos do HCTA, em Luanda, com casa cheia e na presença de várias individualidades do mundo da música e da política.

Apresentado por um Sérgio Rodrigues de humor afinado, o evento contou várias  actuações, dentre as quais do grupo Harmonia Vocal Angola, Kilandukilu, Cabo Snoop, dos “rockeiros” Café Negro,  Nsoki, Anselmo Ralph, Tatiana Durão e Elenco de Luxo.

Anselmo Ralph estava nomeado em quatro categorias, e como já se previa, venceu em todas: Álbum do Ano, Prémio SAPO Artista Mais Popular na Internet, Melhor R’nB e Melhor Artista Masculino e ainda foi homenageado com o diploma Mérito Internacional.

anselmo_8

Kyaku Kadafi, para além de ser o Artista Revelação do ano, viu a sua música Entre Sete & Sete Rosas vencer a Melhor Kizomba e a Música do Ano. Nsoky foi o destaque nas vozes femininas, com o prémio Melhor Artista Feminino, e Irmã Sofia surpreendeu ao vencer dois prémios, Melhor Gospel e Melhor Música Popular do Norte de Angola.

Outra surpresa da noite foi a vitória da banda de pop rock alternativo Café Negro, que venceu o prémio de Grupo do Ano.

E como um evento do género não pode deixar de homenagear grandes personalidades nacionais que de alguma forma tenham contribuído ou que continuam a contribuir na afirmação das diferentes vertentes da cultura nacional, o escolhido deste ano foi o cantor Rui Mingas, cujo filho recebeu em seu nome o prémio Carreira.

No balanço, já a prever os AMA2015, Daniel Mendes e Nelson Mangueira, mentores do projecto, deverão ter em conta que este evento passou a ter lugar fixo no calendário da música nacional e que, de ano para ano, devem dar mostras da evolução da organização e da inovação do mesmo.

Lista dos vencedores:

Álbum do Ano: A DOR DO CUPIDO – ANSELMO RALPH

Artista Feminina do Ano: N’SOKI

Artista Masculino do Ano : ANSELMO RALPH

Artista Revelação do Ano: KYAKU KYADAFF

Grupo do Ano: CAFÉ NEGRO

Melhor Afro-House/Dance: MWANGOLÊ – DJEFF AFROZILA

Melhor Afro-Jazz/World Music: LUANDENSE – SANDRA CORDEIRO

Melhor Gospel: ZUNGUEIRA – IRMÃ SOFIA

Melhor Kizomba: ENTRE SETE SETE & ROSA – KYAKU KYADAFF

Melhor Kuduro: FILHO DE DEUS – W KING

Melhor Música Popular do Centro de Angola: VELHO XICO – NELO CARVALHO

Melhor Música Popular do Leste de Angola: MULEKELEKE – GABRIEL TCHIEMA

Melhor Música Popular do Norte de Angola: ZUNGUEIRA – IRMÃ SOFIA

Melhor Música Popular do Sul de Angola: EFIYA DANGE – MISS OLÍVIA

Melhor Produtor Musical: HOMENAGEM – DJ DIAS RODRIGUES

Melhor R&B/Soul: ÚNICA MULHER – ANSELMO RALPH

Melhor Rap/Hip-Hop: FUBA – ELENCO DE LUXO

Melhor Semba: MONAMI – EDDY TUSSA

Melhor Vídeo Clip Musical: SET ME FREE (ZOUK KIZOMBADA REMIX) – CORÉON DÚ

Melhor DJ: PAULO ALVES

Música D’Ouro: VOVÓ NGOLA – NELO CARVALHO

Música do Ano: ENTRE SETE SETE & ROSA – KYAKU KYADAFF

Música Mais Pedida: TUNGA NÉ – PAULO GARCIA

Artista Mais Popular na Internet: ANSELMO RALPH

Fonte : Banda.sapo.ao

Comenta Agora!