Celebridades

Angola elevado número de crimes informáticos

Grupos organizados e com profundos conhecimentos de informática estão a criar páginas web semelhantes às de instituições bancárias, através das quais disponibilizam formulários a solicitar dados aos utilizadores, a pretexto de uma suposta actualização de cadastro.

Grupos organizados e com profundos conhecimentos de informática estão a criar páginas web semelhantes às de instituições bancárias, através das quais disponibilizam formulários a solicitar dados aos utilizadores, a pretexto de uma suposta actualização de cadastro.

Uma vez obtidas as informações pretendidas, servem-se delas para saquear as contas das vítimas. O porta-voz da Direcção Nacional de Inspecção e Investigação da Polícia Económica (DNIIAE), inspector-chefe Hélder António, garante que já foram detidos vários indivíduos envolvidos nesta prática.
Q. Rafael, um jovem empreendedor que beneficiou recentemente do empréstimo de um milhão de kwanzas do Estado para desenvolver o seu negócio, recebeu uma mensagem por correio electrónico a solicitar-lhe os dados pessoais para actualização de cadastro. Sem hesitar, preencheu o formulário. Volvidos dez dias, viu a sua conta ficar desfalcada em 300 mil kwanzas. Contactada a gerência da dependência bancária onde tem conta, acabou por perceber que esse dinheiro se tinha “evaporado”, por ter sido vítima de uma burla. Apresentou queixa e o caso está a ser investigado.
Em Benguela, uma empresa pública recebeu via Internet um aviso para fazer um pagamento com urgência para o desalfandegamento de uma determinada carga. A sede, em Luanda, deu conta da artimanha e, contactados os responsáveis pelo envio da mensagem, constatou que tinham desaparecido do sistema. A Polícia registou a ocorrência.
O inspector-chefe Hélder António refere que, com a evolução dos sistemas informáticos, surgiram novos comportamentos dos seus utilizadores e, como consequência, novos tipos de delito: os “crimes informáticos”. Este tipo de crime consiste em fraudar o sistema de computadores, violando-os, disseminando vírus, roubando informações ou até mesmo a utilização do computador como meio para cometer delitos

Similar Posts