Assassino de Érica Basílio condenado a 17 anos de prisão
Celebridades

Assassino de Érica Basílio condenado a 17 anos de prisão

Vivaldo Luís Domingos, também conhecido por Vivi, foi ontem condenado a 17 anos de prisão pelo Tribunal Provincial de Luanda por ter assassinado a estudante Érica Basílio, a 31 de Dezembro de 2019, durante uma festa de réveillon, na Ilha do Mussulo.

Assassino de Érica Basílio condenado a 17 anos de prisão

Assassino de Érica Basílio condenado a 17 anos de prisão

Recorde-se que Érica, de 20 anos, estudava em Londres e encontrava-se em Luanda de férias de passagem de ano.

E infelizmente, no último dia do ano de 2019 esta perdeu a vida nas mãos de Vivaldo Domingos e um amigo que ainda se encontra foragido.

Nesta quarta-feira(17), o Tribunal de Luanda considerou que Vivi e o seu amigo eram culpados, após as provas reunidas comprovarem o facto.

Durante a fase de declarações, testemunhas afirmaram que Vivaldo teria abordado e atacado a vítima, por volta das 4h00, com um comparsa que se encontra em fuga.

Uma declarante disse que teria sido atacada por um jovem vestido de calção laranja e um turbante da mesma cor.

Enquanto Érica Basílio era abordada, por trás, por Vivaldo, que trajava calção branco.

Vivaldo Luís Domingos de 21 anos, pagará uma indemnização de dois milhões de Kwanzas.

No entanto, a defesa do réu já interpôs recurso. 

Tribunal condena o assassino de Érica Basílio a 17 anos

O representante do Ministério Público afirmou que a amiga de Érica “conseguiu escapar”, e que a deixou imobilizada e a resistir à tentativa de violação. 

Diante da resistência da vítima, os meliantes sentiram-se frustrados ao não verem concretizado o desejo

Por isso, decidiram roubar o seu telefone e desferir-lhe um golpe no tórax com uma faca.

Érica Basílio residia no Reino Unido, onde frequentava o 2º ano do curso de Engenharia Biomédica.

Assassino de Érica Basílio condenado a 17 anos de prisão
Assassino de Érica Basílio condenado a 17 anos de prisão no entanto

Similar Posts