Celebridades

Benguela tenta entrar no Guinness Book com recital mais longo do mundo

Centenas de pessoas, na sua maioria poetas, estão reunidas desde sexta-feira à noite, na marginal da Praia Morena, em Benguela, para tentar o recorde de recital de poesia com tempo de duração mais longo do mundo, uma iniciativa considerada original no Guinness Book.

Com o objectivo de celebrar o Dia Mundial da Poesia, assinalado a 23 de Abril, a tentativa é organizada pela recém-criada Associação Cultural Otchihita Benguela e começou às 22 horas de sexta-feira, devendo terminar no mesmo horário deste sábado, perfazendo assim 24 horas ininterruptas, para reconhecimento internacional no Livro Guinness dos Recordes.

O secretário-geral da Associação Cultural Otchihita, Fernando Katchigona, disse que o evento foi baptizado com o nome de “Poemar”, por se tratar de um recital à beira-mar com a participação de poetas oriundos dos 10 municípios da província de Benguela.

Segundo ele, diversos livros de poesia, principalmente, de autores da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), foram colocados à disposição do público, o que atraiu pescadores, vendedores ambulantes, moto-taxistas, jornalistas, agentes da Polícia Nacionais e demais pessoas interessadas de todas as faixas etárias interessadas em declamar.

Garante que a candidatura de Benguela já foi aceite pelo Guinness Book of Records, em Londres (Inglaterra), depois da inscrição feita pela associação via internet, aguardando-se, ainda, por um exaustivo trabalho de certificação por parte das universidades locais e do governo provincial, para o reconhecimento deste recorde.

Neste contexto, referiu que a Associação Cultural Otchihita deverá enviar ao Guinness Book uma série de fotografias e vídeos do Poemar para certificar a realização deste evento, o que permitirá à cidade de Benguela entrar, pela primeira vez, no maior livro de recordes do mundo.

“Estamos em condições de conseguirmos esse recorde mundial inédito, o que dará alento aos nossos poetas”, frisou, explicando que o Guinness Book of Records não tem nenhum registo de diversas pessoas que se reuniram para um recital durante 24 horas contínuas.

Para o jovem poeta, até hoje em nenhuma cidade ou lugar do mundo aconteceu algo do género, por isso Benguela está em condições de bater o recorde com o Poemar e, ao fazer parte do Guinness Book, a cidade despertará maior atenção mundial como importante centro cultural.

De acordo ainda com ele, a actividade tem um significado histórico, porque se realiza junto à antiga ponte-cais da Praia Morena, por onde partiram milhares de escravos que deixaram o país rumo às Américas e à Europa, e que hoje merecem uma homenagem especial.

A Associação Cultural Otchihita, expressão na língua nacional Umbundo, que em português significa poesia, foi fundada por antigos membros do Clube de Poetas e Trovadores de Benguela, com a principal finalidade de rejuvenescer a aveia poética potencial dos jovens.

O Guinness Book of Records é publicado todos os anos com uma coleção de recordes de todos os tipos, com situações reconhecidas internacionalmente em termos de natureza ou de façanhas humanas.

Similar Posts