Bento Kangamba
Celebridades

Bento Kangamba com os bens confiscados por causa de dívidas

Bento Kangamba, de 54 anos de idade, viu-se supostamente com os seus bens confiscados pelo Tribunal Provincial de Luanda por causa de dívidas na passada Segunda-feira (28).

Entenda o porquê dos bens de Bento Kangamba terem sido confiscados

A acção ocorreu por meio de um mandato de arresto de bens.

A saber, arresto de bens é uma providência cautelar que significa que o Tribunal pode confiscar os bens do devedor.

O mandato foi solicitado por Teresa Gerardin e Bruno Gerardin.

Foram confiscados imóveis como os lotes G13 e G14 situados na Comuna da Chicala, o prédio “nº 255” localizado nas Ingombotas e quatro veículos, que são dois Mercedes Benz, um Nissan Patrol e um Hyundai Santa Fé.

Fonte: Novo Jornal Online

Nesse meio tempo, Kangamba ainda não se pronunciou.

Entretanto, recorde-se do que o “Empresário da juventude” em decorrência das investigações a actos de corrupção no país ordenadas por João Lourenço falou:

“Eu tenho a certeza que não estou na lista dos marimbondos

Eu não estou preocupado sobre isso

sou um dos angolanos que está mais livre”.

Bento Kangamba

Portanto, esta não é a primeira vez que o General já reformado, está envolvido em questões de natureza judicial.

Problemas judiciais de Bento Kangamba

Em 2000, Kangamba foi condenado pelo Tribunal Supremo Militar a dois anos e oito meses de prisão maior, por cúmulo jurídico, conduta indecorosa, burla por defraudação e falsificação de documentos.

Assim, este foi obrigado a pagar cerca de US $427,531 de indeminização a empresa portuguesa  Filapor – Comércio Internacional Lda.

No ano de 2002 o Tribunal Supremo condenou Kangamba a uma pena de quatro anos por burla e defraudação.

Foi portanto, foi obrigado a pagar US $75 mil às empresas Nutritiva e Lokali, as vítimas.

Em 2012, foi acusado de ser o responsável de organizações criminosas que torturavam manifestantes contra a família dos Santos.

E ainda no ano de 2013, esteve debaixo de um mandato de captura feito pela Interpol sob as acusações de ser o comandante de uma gang que traficava drogas e mulheres para a prostituição.

Sobre isso Kangamba disse:

“Houve contra mim um mandato de captura da Interpol que foi retirado”

Fonte: Maka Angola

Contudo, sabia que Edivânia do Carmo já tem um novo amor? Ora veja!

Similar Posts