Celebridades

Cedrick reforça 1º de Agosto

O extremo-base norte-americano Cedrick Isom, 1,88 metros, reforça a partir de 20 do corrente, a equipa sénior masculina de basquetebol do 1º de Agosto, tendo em vista a disputa da fase de grupos da 37ª edição do Campeonato Nacional, designado BIC-Basket´2015.

Em declarações ao Jornal de Angola, o líder técnico dos militares do Rio Seco, Paulo Macedo, prevê o regresso do atleta, inactivo há mais de oito meses, para dentro de 10 dias, por estar a recuperar de intervenção cirúrgica ao tornozelo esquerdo, tempo suficiente para possibilitar a estreia no nacional maior da bola ao cesto.
“Pensamos contar com o Cedrick dentro de, no máximo, 10 dias. Neste momento estamos satisfeitos com a evolução no processo de recuperação. Ele já está a correr bem e a zona afectada está sem qualquer inchaço. Portanto, esperamos contar com os seus préstimos na fase de grupos”, explicou confiante Macedo.
Para além do trabalho feito com o norte-americano, o departamento clínico dos rubro e negros aproveitou ainda para recuperar o base Hermenegildo Santos, com problemas no joelho direito, e o extremo-base, Edmir Lucas, no dedo do pé direito.
Segundo o técnico, “o Gildo ressentiu um bocadinho, mas tem a ver com o tempo de inactividade. O Edmir felizmente está bem e a treinar a cem por cento. Portanto, estamos bem e de saúde”. Chegados ao país ontem, depois de 10 dias em Cabo Verde, onde estagiaram e disputaram cinco partidas de controlo, os militares retomam hoje, às 10h00 no Pavilhão Victorino Cunha, a preparação normal visando o jogo da Taça de Angola.
O estágio, assegurou Paulo Ma­cedo, foi positivo, sobretudo por ter permitido ao grupo “estar junto e distante, num lugar tranquilo e que nos permitisse darmos continuidade ao nosso trabalho. Fizemos um bom estágio, e aproveitamos também para recuperar os atletas lesionados”.
Prosseguindo, o número um da hierarquia técnica dos agostinos lamentou apenas o facto de não ter podido contar com os préstimos de Armando Costa, Felizardo Ambrósio “Miller”, Reggie Moore e Edson Ndoniema, todos ao serviço da Selecção Nacional que, de 22 a 28 do mês passado, disputou o torneio zonal seis qualificativo para os Jogos Africanos, agendados para Setembro, no Congo Brazaville.
Edmilson Miranda (base), e Milton Valente (extremo), jogadores do escalão júnior, foram observados pelo técnico no arquipélago cabo-verdiano.

Similar Posts