Celebridades

Cineasta angolano realiza documentário sobre as raízes africanas do tango

O documentário “Tango Negro: As raízes africanas do tango”, do cineasta angolano Dom Pedro, foi exibida quarta-feira, dia 12 de Março, no    da sala de cinema da Associação Cultural e Recreativa Chá de Caxinde.

O filme “Tango Negro: As raízes africanas do tango” é legendado em português europeu e tem a duração de uma hora e trinta minutos. Os depoimentos sobre a história e a influência da cultura negra desta arte musical e de dança foram recolhidos na Argentina, França e Uruguai, países onde a dança e música é muito conhecida.

No documentário fica patente que o Tango foi inventado nos meados do século XIX por antigos escravos, que actualmente foram esquecidos pela história.

O tango começa como uma música de rua, popular e era cantada em épocas de festa. Nos anos 40 e 50 tudo mudou, saiu das ruas e começou a ser dançada e cantada em salões de luxo de Paris, França e Buenos Aires, Argentina.

A exibição de “Tango Negro: As raízes africanas do tango” marcou a reabertura da sala de cinema da Associação Cultural e Recreativa Chá de Caxinde, e foi uma promoção da Alliance Francesa de Luanda, que realiza quinzenalmente todas as quartas-feiras, o ciclo de cinema “Rumos de África”.

Fotografia de: Paulino Damião “Cinquenta”

 

 

Similar Posts