A atriz e cantora Cleo Pires, estreou ontem na plataforma do Instagram para vídeos longos (IGTV), o seu projecto “Cleo on Demand” que  são séries com temáticas sociais, artísticas e culturais.

Cleo Pires lança projecto baseado na censura

A artista define como  “uma plataforma de conteúdo de resistência para todas as pessoas que estão sofrendo por sua existência”.

A primeira série Onde Está Mariana que conta com a direcção de Jessica Teleze e com roteiro de Beatriz Rhaddour, teve o seu primeiro episódio disponibilizado ontem (02), no IGTV.

O lançamento foi o presente de aniversário da atriz, visto que esta completou também ontem 37 anos de idade.

A primeira fase do projecto contará com as seguintes séries:

Onde Está Mariana terá quatro episódios, cujo segundo será lançado hoje às 19h, a série aborda questões de feminicídio e algumas faces do machismo.

Expressão terá cinco episódios e será apresentada por um artista plástico chamado Rômulo DeuCria que costumizará e dará um novo significado as roupas de famosos como Giovanna Ewbank, Sabrina Sato e Luisa Sonza.

Com também cinco episódios, D.I.V.A é uma animação de Felipe Serafim que abordará a história de três heroínas que combaterão um vilão que coloca a existência das mulheres e membros da comuninade LGBTQIA + (Lésbiccas, Gays, Bissexuais, Transsexuais, Queer, Intersex, Assexuado e mais) em risco.

Cleo não é apenas Produtora Executiva de tudo, como também actuará na série D.I.V.A.

Valesca Popozuda participa em série de Cleo Pires

A Funkeira Valesca Popozuda, está em Onde Está Mariana, como Fabíola, uma mulher que sofre violência doméstica e que a artista diz se identificar.

Sobre participar no projecto a artista falou emocionada

“Participar desse projecto é muito mais do que atuar.

É mostrar para essas mulheres que elas nunca podem se calar, assim como já me calaram,

como muitas Marianas já se calaram” 

Inesperadamente, Valesca admitiu que sofreu agressões domésticas e também a sua mãe:

“Quando eu era criança, tive que apagar o fogo que tinham colocado na minha mãe.

Ela estava em chamas. 

Já vivi a violência doméstica dentro de casa e tenho marcas disso até hoje,

então é muito importante ajudar as mulheres participando de projectos como esse”

Valesca Popozuda e Mãe
Valesca Popozuda e mãe Regina Célia

A filha da atriz Glória Pires com o cantor Fábio Júnior, Cleo, disse que o que a motivou a criar este projecto foi “a onda de censura e ignorância” que estamos a viver.

Cleo Pires

Saiba como Cleo perdeu a virgindade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.