Conta falsa do Facebook mancha a imagem de Leila Lopes

1
Falso perfil mancha imagem da Leila Lopes

A miss universo 2011, Leila Lopes, fez o uso da sua conta oficial do Instagram, nesta terça-feira (6), para denuciar uma jovem que criou uma conta falsa com seu nome a fim de manchar a sua imagem.

Segundo Leila Lopes, está pessoa que faz-se passar por ela acerca de um ano posta fotos e vídeos, para pedir dinheiro aos homens.

Leila Lopes ao ver a sua reputação manchada nas redes socias, pediu ajuda ao público afim de denunciar essa suposta conta.

“Pessoal por favor ajudem-me a denunciar esta página falsa. Esta moça/o faz-se passar por mim há anos”

Pede dinheiro aos homens e fotos nuas as mulheres. Sinto muito por todas as pessoas que caíram nas mentiras deste ser humano desprezível”

“Eu não tenho Facebook há mais de 4 anos. A pessoa por trás desta página falsa tira fotos do meu Instagram e por isso consegue sempre atualizar a falsa”, escreveu a miss universo 2011.

“Vou denunciar já, e chamar a minha claque para o fazer também”, escreveu uma internauta.

“Ouh sinto muito minha diva eu também vou partilhar bjs”, escreveu o segundo.

?Pessoal por favor ajudem-me a denunciar esta página falsa. Esta moça/o faz-se passar por mim há anos. Pede dinheiro aos homens e fotos nuas as mulheres. Sinto muito por todas as pessoas que caíram nas mentiras deste ser humano desprezível . Eu n tenho Facebook há mais de 4 anos. A pessoa por trás desta página falsa tira fotos do meu Instagram e por isso consegue sempre atualizar a falsa página do Facebook. ?? / Hey guys, please help me report this fake Facebook page. The person behind this fake account is asking Men for money and Women for NUDE pics . Please let's stop this useless human being. What this person is doing is not just disrespectful to my image but it is also illegal. Please help me to put an end to it .

A post shared by Mrs Umenyiora (@officialeilalopes) on

De recordar que recentemente a esposa de Anselmo Ralph, Madlice Cordeiro também foi vítima.

Comments are closed.