Covid-19: Arranque da vacinação em Portugal apontado para 5 de janeiro
Celebridades

Covid-19: Arranque da vacinação em Portugal apontado para 5 de janeiro

Nesta sexta-feira(11), o primeiro-ministro português, António Costa, avançou que o arranque da vacinação contra a Covid-19 na Europa deverá acontecer, de forma coordenada entre os vários Estados-membros da UE, na primeira semana de janeiro.

Covid-19: Arranque da vacinação em Portugal apontado para 5 de janeiro

Covid-19: Arranque da vacinação em Portugal apontado para 5 de janeiro

A saber que António Costa esteve numa reunião em Bruxelas que se prolongou desde o final da manhã de ontem.

Após o encontro o líder do Executivo português prestou então declarações aos jornalistas, na capital belga.

António Costa chamou à atenção para a necessidade de os Estados-membros da União Europeia coordenarem os seus planos nacionais de vacinação.

De maneira que se agilize a imunidade de grupo em toda a região.  

“Sugeri que pudéssemos tentar coordenar para que arrancássemos todos no mesmo dia com a vacinação”, afirmou, no final do Conselho Europeu, em Bruxelas. “Para termos imunidade de grupo não basta que um país a alcance”.

Covid-19: Arranque da vacinação em Portugal apontado para 5 de janeiro

Segundo informou António Costa, a Agência Europeia do Medicamento deverá aprovar a vacina da Pfizer a 29 de dezembro.

Por isso, estima-se que chegada das primeiras doses aos Estados-membros deverá acontecer logo nos primeiros dias de janeiro.

O primeiro-ministro português explicou que a Pfizer já garantiu fará chegar as primeiras doses das vacinas “nos dias imediatos”.

Isso após a licença do regulador estar garantida.

Permitindo assim o início da vacinação logo no arranque do ano.

“Acho que se fixarmos para a primeira semana de janeiro o arranque da operação de vacinação à escala europeia seria uma boa meta com que todos nos deveríamos comprometer”, afirmou António Costa, acrescentando que dia 5 de janeiro “é um excelente dia” para apontar o arranque.

Quanto a logística de distribuição da vacina em Portugal, o líder político assegurou que “as forças armadas terão um papel crucial”.

Uma vez que está aqui, veja também:

Covid-19: Arranque da vacinação em Portugal apontado para 5 de janeiro

no entanto

Similar Posts