Celebridades

Criado remédio contra o ébola

Um tratamento para o ébola, financiado em parte pela União Europeia e desenvolvido por um instituto francês, registou “resultados promissores” que permitem acreditar que “pode ser eficaz” no combate à doença numa fase inicial, anunciou a Comissão Europeia.

 

“A luta contra o ébola deu mais um passo rumo a um tratamento efectivo graças aos fundos europeus destinados a programas de pesquisa e inovação”, salienta um comunicado da Comissão Europeia.
O Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica de França (INSRM) referiu, também em comunicado, tratar-se de “uma evidência encorajadora o fármaco antiviral favipiravir poder ser um tratamento eficaz contra o ébola na fase inicial da doença”.
O projecto da INSERM, conhecido como “Reaction”, recebe 2,5 mil milhões de euros da União Europeia. Os trabalhos de investigação, iniciados em 1 de Novembro, já receberam 1,93 milhões de euros.
“Estou entusiasmado com estes resultados de um de nossos projectos financiados pela União Europeia para combater o ébola”, sublinhou o comissário europeu para o sector da Pesquisa, Ciência e Inovação. A União Europeia mobilizou  24,4 milhões de euros para apoiar “a pesquisa urgente do ébola”.

Similar Posts