Neste Sábado, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta anunciou os dois primeiros casos positivos de coronavírus no país, dentre eles está o director da Sonangol, Osvaldo Salvador de Lemos Macaia, de 38 anos, infectado.

Director da Sonangol infectado pelo coronavírus

Ademais, na informação passada pelo Club-K, as duas pessoas anunciadas pelas autoridades, foram indicados como correspondente de dois altos funcionários da Sonangol.

No entanto, os dois homens infectados pelo Covid-19, regressaram a Luanda, nos dias 17 e 18 do mês em curso, vindos de Portugal.

Tratam-se de Osvaldo Salvador de Lemos Macaia, que responde pelo cargo de administrador executivo e Osvaldo Costa, quadro da Sonangol Pesquisa e Produção:

“Tratam-se de Osvaldo Salvador de Lemos Macaia (na foto), 38 anos de idade,

administrador executivo que no Conselho de Administração

responde pela direção dos assuntos jurídicos e ao gabinete de relação com o Estado.

O segundo é Osvaldo Costa, 36 anos, quadro da Sonangol Pesquisa e Produção

que teria se ausentado para poucos dias na capital lusa.”

Entretanto, de acordo com o Club-K, a viagem dos dois jovens, terá sido a título privado.

Além disso, numa altura que o PCA da empresa teria proibido as viagens de quadros no exterior do país:

“A ausência de ambos do país, e a titulo privado

terá acontecido a revelia numa altura em que o PCA da empresa

havia emitido uma comunicação interna proibindo a não deslocação dos quadros ao exterior do país.”

Após regressarem ao país, todos os passageiros deviam ficar mantidos de quarentena segundo ordens das autoridades.

Porém, uma fonte do Club-K, revelou que essa quarentena domiciliar obrigatória terá sido violada:

“Fonte do Club-K, revela que a referida quarentena domiciliar

terá sido violada uma vez que Osvaldo Costa chegou a ir ao trabalho

mas nesta altura a Sonangol  já estava – desde o dia 12 de Março –  sobre fortes medidas de prevenção e vetou a sua  entrada.”

Director da Sonangol infectado pelo coronavírus

Director da Sonangol infectado pelo coronavírus

Portanto, depois de ter acesso aos resultados saídos nesta madrugada, a ministra da saúde, Sílvia Lutucuta, garantiu já estarem a ser controlados os infectados:

“Já estão a ser controlados nas nossas unidades sanitárias”

No entanto, disse também que estão a ser dadas as instruções sanitárias para mitigar a pandemia.

Em conferência, apelou sobretudo os viajantes que cumpram a quarentena obrigatória, que considerou “uma prioridade fundamental”.

Aliás, Sílvia Lutucuta, lembrou ainda que haverá voos adicionais provenientes de Lisboa e do Porto.

E garantiu que o Governo está a preparar condições para fazer quarentena institucional dos passageiros, garantindo que vão ser criadas as condições imediatas.

Director da Sonangol infectado pelo coronavírus

Assim sendo, portugueses em Angola que desejam regressar devem pedir apoio até 21 de março. Saiba mais aqui.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.