Disco dos Lambas “A permanência” comercializado a 150 kz

0
Disco dos Lambas a 150 Kwanzas

Ao que tudo indica, os músicos angolanos estão cada vez mais solidários e sensibilizados com a situação económica em que o país se encontra. Os “Lambas” comercializam o seu disco ” A Permanência” a 150 kwanzas.

Depois de o músico Anselmo Ralph ter vendido o seu CD ” Amor é Cego” a 500 Kwanzas, o grupo “Os Lambas” decidiu baixar ainda mais o preço e está a vender as cópias do seu último álbum “A Permanência”, lançado a 25 de Maio de 2013, a 150 Kwanzas.

E aí vai pergunta que não se quer calar : Será que é a crise, ou o grupo está a ser solidário com os admiradores das suas músicas?

“Lambas” é um grupo que ficou popularmente conhecido por cantar o estilo mais mediático da nova geração, o “Kuduro”, e por ter carisma capaz de agradar e arrastar multidões.

Com a saída do Bruno King, houve quem disse que o grupo perderia a sua originalidade e que Nagrelha, sem  B K, não iria permanecer por muito tempo no estilo kuduro.

Verdade ou não, o que se sente é a baixa de popularidade dos mesmos. Por outro lado, Bruno King, assim como Nagrelha, lançou o seu primeiro CD a solo intitulado “Nunca é tarde”, do qual constam os sucessos “Sangra” e “Rimas na cara do brada”.

De recordar que Os Lambas, grupo do Distrito Urbano Sambizanga, era, inicialmente formado por Bruno King, Andeloy, Amizade e Nagrelha. Os kuduristas começaram a fazer sucesso em 2001 com a música “O Quatro”.

Foi no ano de  2005, que o compositor desta canção e líder do grupo, conhecido por Amizade, foi morto pela polícia, que o acusou de assaltante, tendo o grupo desmentido ao dizer que o músico foi confundido com alguém que tinha a mesma alcunha.