Estudantes angolanas criam fogão controlado por bluetooth

1
Estudantes angolanas
Estudantes angolanas

Duas estudantes angolanas,  criaram um sistema, que permite o fogão a  funcionar por via ”bluetooth”.

 

Estudantes angolanas, criaram fogão que funciona por via ”bluetooth” , de acordo com as estudantes “qualquer fogão pode funcionar com o sistema”. Elsa Mavakala, de 18 anos, e Amélia Cabinda de 21, criaram o projecto que serviu como defesa do fim do curso, no Instituto Nacional de Telecomunicações (ITEL), em Luanda. Com o trabalho obtiveram  16 valores,  e arrecadou o terceiro lugar na categoria ‘freelancer’, na segunda edição da antecâmara da Feira do Inventor/Criador Angolano.

Foram implementados no fogão comum, materiais electrónicos como o arduíno, sensores, resistências e o sistema ‘bluetooth’, que permite a conexão do fogão com o telefone para receber e enviar dados. Para dar funcionalidade ao projecto, foi criado um programa que só funciona em telefones com sistema andróide. A partir do telefone é possível ligar, desligar e estabelecer o tempo que se deseja que o fogão esteja ligado.

Diminuir o índice de incêndios nas residências foi o principal objectivo das criadoras. O fogão dispara um alarme sempre que for ligado manualmente “Foi implementado esse alarme, propositadamente para residências onde haja crianças. Sempre que o fogão for ligado, o alarme dispara. Se for uma criança a mexer, o adulto imediatamente é avisado”, explicam as inventoras.
Para se ligar o fogão, é preciso criar uma conexão com o telefone através do bluetooth.

Caso o projecto se concretize há a necessidade de ter um telefone que funcione só com fogão.

 

 

Fonte: invecoesdopovo

Comenta Agora!