Pelos menos setenta porcento de jovens angolanos que estudam na Namíbia, não tem bom aproveitamento escolar.

A revelação é do Cônsul-geral de Angola naquele país, José Bravo da Costa, que chama atenção dos pais e de todos encarregados de educação, para evitarem atribuir consideráveis somas em dinheiro, aos seus filhos.
“Para lançar um apelo aos pais, que mandam os filhos aqui na Namíbia, para estudar, no sentido de fazerem um acompanhamento pleno, para que estes tenham um bom aproveitamento”, pediu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.