Fábricas de cerveja da Luandina e Sagres, da empresária Isabel dos Santos, se encontra em risco de falência, a informação foi passada pelo CEO da empresa Sodiba, Luís Correia, em declaração ao jornal Valor Económico.

Ademais, a Sodiba (Sociedade de Distribuição de Bebidas de Angola) foi uma das empresas arrestadas pelo Tribunal de Luanda no caso de Isabel dos Santos.

Fábricas de cerveja da Luandina e Sagres de Isabel dos Santos em risco de falência

Entretanto, fecho das fábricas de Cerveja da Luandina e Sagres pode acontecer a curto prazo.

Isso, segundo Luís Correia, deve-se à possibilidade de os donos, Isabel dos Santos e o marido, Sindika Dokolo, não conseguirem cumprir o programa de investimento: 

“Temos feito um percurso de crescimento e estamos a ter bons resultados com o crescimento da quota de mercado,

a nível nacional, e a conquista de contratos a nível internacional mas, sem capacidade de os acionistas apoiarem,

o risco de colapso pode ser uma realidade a curto prazo” disse Luís Correia.

Fábricas de cerveja da Luandina e Sagres de Isabel dos Santos em risco de falência

Além disso, o CEO da Sodiba explica que será necessário investir cerca de 1,5 mil milhões de kwanzas este ano só em vasilhames:

“Isto é o mínimo para permitir às marcas crescerem em linha com as necessidades da empresa”

Todavia, Luís Correia apontou que somente a partir de 2021 é que a empresa vai dispensar a injeção de capital por parte dos seus acionistas:

“Será uma geração de cash-flow que lhe permitirá responder a todas as suas necessidades de investimentos financeiros.

Na conjuntura actual, o que está previsto em orçamento

e plano de negócios é o apoio dos accionistas até ao final do próximo ano”

Portanto, a Sodiba, emprega nas fábricas de cerveja, 500 trabalhadores.

E produz as cervejas Luandina e a portuguesa Sagres igualmente para o mercado nacional, desde 2016 e 2017.

Fábricas de cerveja da Luandina e Sagres de Isabel dos Santos em risco de falência

A saber, a Sodiba entrou em operação no final de 2016 arrancando nas fábricas de cerveja com a produção da marca portuguesa Sagres.

Portanto, a produção da marca angolana Luandina arrancou em novembro de 2017.

Segundo o jornal Valor Económico, o investimento inicial foi de 150 milhões de dólares, mas que já foi investido mais dinheiro desde então.

De acordo com Luís Correia, Isabel investiu ao longo desses anos, bilhões de kwanzas:

“A Sodiba é uma empresa com necessidade de investimento

é onde a engenheira Isabel dos Santos injectou, ao longo dos últimos anos, biliões de kwanzas

para apoio aos défices de exploração, reforço de fundo de maneio e garantia de investimento.

Foram investidos valores significativos em marketing e,

no último ano (2019), mais de dois mil milhões de kwanzas em grades e garrafas

para reforçar a presença no formato retornável”

Fábricas de cerveja da Luandina e Sagres de Isabel dos Santos em risco de falência

Além da Sodiba, outra empresa de Isabel dos Santos (participação de 51%) também pode ir à falência.

É a fábrica de embalagens de vidros Embalvidro que teve um investimento inicial de 120 milhões de dólares, de acordo com o Valor Económico.

Assim sendo, juiz emite mandado de prisão para ex-Presidente Jacob Zuma, saiba tudo aqui.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.