Hoje(18), houve uma confusão no Aeroporto 4 de Fevereiro, onde passageiros que vinham de Portugal, tiveram os seus ânimos exaltados, quando a filha do Ministro do Interior, Eugénio Laborinho, teve “privilégios” na hora de serem realizados os procedimentos de controlo do coronavírus.

Foram divulgados três vídeos, onde se pode acompanhar a situação em que se encontravam os passageiros.

Salu Gonçalves apareceu a falar num dos vídeos, a cerca da situação do favorecimento de uns com relação aos outros.

Salu, que admitiu estar nervoso com a situação disse o seguinte:

“Uma denúncia que eu quero fazer, pública, gente a ser usada,

todos nós enquanto passageiros que estão aqui,

estão a chamar por nomes, filho de ministro, de ex-procurador,

uma pouca vergonha,

uma falta de respeito, que a tripulação da Taag está a fazer connosco.

Estamos há quase uma hora parados no avião,

uma brincadeira!

O apresentador que estava descontente com a situação, continuou por falar:

“É um desrespeito total a toda a gente,

somos 200 ou 300 passageiros, e uns a terem direito para desembarcar,

de limpa mãos, e outros parados aqui, como se não fossemos todos angolanos

como se toda gente aqui viesse a boleia e não tivesse pago um bilhete de passagem.

Brincadeira!”

Filha do Ministro do Interior envolvida em confusão no Aeroporto 4 de Fevereiro

A jovem que causou alvoroço nas redes sociais responde pelo nome de Shelsea Daiana dos Santos Laborinho e tem 23 anos.

Shelsea é, portanto, filha de Eugénio César Laborinho e Maria de Fátima Graça.

Filha do Ministro do Interior envolvida em confusão no Aeroporto 4 de Fevereiro

Noutro vídeo, não era apenas a figura de Salu Gonçalves a falar sobre o caso, e sim, um conjunto de pessoas.

Neste vídeo, os ânimos estavam ainda mais exaltados, pois, os passageiros gritavam para que a filha de Eugénio Laborinho estivesse no mesmo local que eles.

Segundo informações, a jovem “não havia cumprido” com as regras impostas no aeroporto para a contenção do Covid-19.

Por conseguinte, podia ouvir-se nas filmagens:

“Chamem a filha do Laborinho, para vir ficar connosco.”

Entretanto, no terceiro vídeo, após toda a confusão, a filha do ministro é vista no chão com todos os outros passageiros a cumprir com as recomendações dadas.

Ademais, confira em sequência, as cenas descritas nesta matéria: 

Uma vez que está aqui, saiba mais sobre o que disse Halison Paixão sobre o falecimento da sua mãe!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.