Bieber nega caché de 5 milhões para cantar no evento de Trump
Celebridades

Justin Bieber negou 5 milhões para cantar em evento de Donald Trump

Justin Bieber negou um caché de 5 milhões de dólares para cantar no evento de Donald Trump, candidato a presidente dos Estados Unidos.

Segundo o site TMZ o cantor teria sido aconselhado pelo jogador da NBA Le Bron James a não participar naquele evento.

O jogador de basquete que é amigo do cantor que nos últimos dias tem gerado muita polémica com os seus actos, o aconselhou a recusar a participação na campanha do candidato republicano.

O Motivo pelo qual o cantor negou o caché milionário do evento de Donald Trump

Razão pelo qual o cantor negou a oferta, foi do seu agente Scooter Braun, apoiante assumido a candidatura de Hillary Clinton.

O mesmo já ameaçou que ia se demitir caso o show fosse realizado com Bieber em palco.

Segundo a organização, declarou que a empresa que gere o cantor, foi notificado que o show não se trataria de um acto político.

O show teria cerca de 45 minutos e seria realizada em Cleveland, num local próximo à arena Quicken Loans, onde aconteceu a convenção republicana entre os dias 18 e 21 de Julho.

O agente de bieber jurou demitir-se caso o cantor actuasse no evento de Donald Trump
O agente de bieber jurou demitir-se caso o cantor actuasse no evento de Donald Trump

Similar Posts