Celebridades | Destaque

Karina Barbosa responde a críticas sobre o Moda Luanda “se não gosta, não assista”

Nesta terça-feira(23), Karina Barbosa decidiu utilizar as suas redes sociais para responder às críticas que foram feitas ao evento Moda Luanda por uma pessoa que a empresária alega ter tirado “do anonimato” e deu-lhe oportunidade de fazer carreira profissional. Num longo texto, Karina defendeu o evento e afirmou “se não gosta, não assista”.

O evento Moda Luanda realizou-se no passado domingo e já está envolvido em polémicas,

No dia seguinte a realização da cerimónia, a modelo Maria Borges criticou os eventos de moda angolanos pelo alegando que estes têm como base o “favoritismo”.

Agora, Karina Barbosa decidiu pronunciar-se.

A empresária não citou nomes, entretanto, referiu-se a uma pessoa a quem deu nome quando “não era ninguém”.

Recorde-se que Maria Borges foi descoberta no mundo da moda em 2010.

Isso quando participou do Elite Model Look Angola.

Embora não tenha ganho o concurso, a sua participação a alavancou para a Step Model, onde deu os primeiros passos.

Karina Barbosa hoje usou o seu Instagram para rebater as críticas que lhe foram feitas.

Através de 5 pontos, a empresária esclareceu um dos pontos referidos por Maria Borges, o favoritismo.

Segundo a modelo, não há oportunidades para os novos talentos nos eventos de moda.

O Moda Luanda teve 6 novas marcas, 9 modelos novas, o desfile “Sangue Novo”(apenas para alunos de uma escola de moda) e modelos de 3 agências diferentes sem ligação a Step Model, conforme explicou Karina Barbosa em resposta ao que foi dito sobre falta de oportunidades para novos talentos.

A empresária bombardeou que a criticou da seguinte maneira:

Por outro lado, se o que incomoda é o facto de estar sem trabalhos de destaque,

e já no declínio da sua carreira,

enquanto as premiadas amilna estevao marisa goncalves 

continuam a ser desejadas, celebradas,

requisitadas e com sucesso,

a solução será criticar menos e trabalhar mais.

Ademais, Karina referenciou também a modelo Micaela Whitney que desfilou, alegando que esta terá problemas com a pessoa.

Por fim, a CEO da Step Model, mandou o seguinte recado:

“Se não gosta, não assista. Se não é bem feito, faça melhor.

Se está frustrada procure ajuda profissional.

Se não sabe como continuar no topo e manter o Sucesso, compre o meu livro!”

Karina Barbosa responde a críticas sobre o Moda Luanda "se não gosta, não assista"

A resposta de Karina Barbosa

Leia então as palavras da empresária na íntegra:

“A IGNORÂNCIA é muito atrevida!” Já dizia o meu professor de Sociologia…


Para a pessoa que já se esqueceu de QUEM A TIROU do anonimato e lhe deu a OPORTUNIDADE de fazer uma carreira profissional quando não era NINGUÉM, nem sequer na moda nacional que fará internacional, e para os demais TREINADORES DE BANCADA e FRUSTRADOS do costume, que há anos e anos muito falam e NADA FAZEM, eis os FACTOS:
1- No Moda Luanda desfilaram 22 modelos, dos quais 9 foram estreias, ou seja, o tal “…dar a oportunidade a novos talentos”
2- No Moda Luanda participaram 16 marcas angolanas, das quais 6 foram estreias, ou seja, o tal “…dar a oportunidade a novos talentos”


3- No Moda Luanda fez-se um desfile intitulado SANGUE NOVO, destinado aos alunos da escola de moda da @dinocas_simao “Arte e Fashion”, ou seja ou seja, o tal “…dar a oportunidade a novos talentos”


4- O Moda Luanda teve a participação de modelos de 3 agências diferentes. Estas são agências, tal como todas as outras, que NUNCA CONTRATAM modelos da STEP para NADA, mas que ainda assim nós contratamos para os nossos eventos.


5- O Moda Luanda é um evento privado, de uma empresa privada, que não deve satisfações a terceiros sobre quem contrata ou deixa de contratar como recursos humanos para as suas actividades, que são da sua inteira responsabilidade.


O grande final

PORTANTO, NUM EVENTO QUE TEVE 36% DE NOVOS MODELOS E 37% DE NOVOS CRIADORES DE MODA, SÓ QUEM NÃO SABE FAZER CONTAS, É QUE PODE FALAR DE FAVORITISMOS OU FALTA DE OPORTUNIDADES.

POR OUTRO LADO, SE O QUE INCOMODA É O FACTO DE ESTAR SEM TRABALHOS DE DESTAQUE, E JÁ NO DECLÍNIO DA SUA CARREIRA, ENQUANTO AS PREMIADAS @OFFICIALAMILNAESTEVAO@MARISAGONCALVES2310 CONTINUAM A SER DESEJADAS, CELEBRADAS, REQUISITADAS E COM SUCESSO, A SOLUÇÃO SERÁ CRITICAR MENOS E TRABALHAR MAIS.

SE O PROBLEMA É A @MICAELA_WHITNEY_ TER DESFILADO, SE ELA ERA BOA QUANDO ME PEDIU PARA A INCLUIR PORQUE A QUERIA PROMOVER, TAMBÉM CONTINUA A SER BOA AGORA, E NÃO É PORQUE JÁ NÃO SE DÁ COM ELA QUE ELA NÃO VAI TRABALHAR CONNOSCO.


SE NÃO GOSTA, NÃO ASSISTA. SE NÃO É BEM FEITO, FAÇA MELHOR.

SE ESTÁ FRUSTRADA PROCURE AJUDA PROFISSIONAL. SE NÃO SABE COMO CONTINUAR NO TOPO E MANTER O SUCESSO, COMPRE O MEU LIVRO!

Karina Barbosa responde a críticas sobre o Moda Luanda “se não gosta, não assista”

View this post on Instagram

FACTOS: 1- No Moda Luanda desfilaram 22 modelos, dos quais 9 foram estreias, ou seja, o tal “…dar a oportunidade a novos talentos” 2- No Moda Luanda participaram 16 marcas angolanas, das quais 6 foram estreias, ou seja, o tal “…dar a oportunidade a novos talentos” 3- No Moda Luanda fez-se um desfile intitulado SANGUE NOVO, destinado aos alunos da escola de moda da @dinocas_simao “Arte e Fashion”, ou seja ou seja, o tal “…dar a oportunidade a novos talentos” 4- O Moda Luanda teve a participação de modelos de 3 agências diferentes. Estas são agências, tal como todas as outras, que NUNCA CONTRATAM modelos da STEP para NADA, mas que ainda assim nós contratamos para os nossos eventos. 5- O Moda Luanda é um evento privado, de uma empresa privada, que não deve satisfações a terceiros sobre quem contrata ou deixa de contratar como recursos humanos para as suas actividades, que são da sua inteira responsabilidade. Portanto, num evento que teve 36% de novos modelos e 37% de novos criadores de moda, só quem não sabe fazer contas, é que pode falar de favoritismos ou falta de oportunidades. Por outro lado, se o que incomoda é as premiadas @officialamilnaestevao @marisagoncalves2310 continuam a ser desejadas, celebradas, requisitadas e com sucesso, a solução será criticar menos e trabalhar mais. Em edições anteriores já foram contratadas e pagas modelos da agência que hoje diz não haver inclusão ou oportunidades, memória curta será? Se não gosta, não assista. Se não é bem feito, faça melhor. Se a questão é saber como continuar no topo e manter o Sucesso, compre o meu livro!

A post shared by Karina Barbosa (@kb2u) on

Similar Posts