Leila Lopes relembra os momentos de Miss Universo há 5 anos

0
Leila Lopes aborda sobre o seu reinado de Miss Universo há cinco anos

A modelo e empresária Leila Lopes relembrou com os fãs e amigos, neste dia 13 de Setembro, os momentos em que venceu o concurso Miss Universo 2011, titulo inédito conquistado por uma angolana.

Há cinco anos atrás na cidade de São Paulo (Brasil), a imprensa internacional ficou surpreendida quando o corpo de jurados do Miss Universo, decidiu escolher para substituir a mexicana Jimena Nevarrete (Miss Universo 2010), a Miss Angola nascida em Benguela, Leila Lopes.

A jovem estudante que na altura tinha 25 anos de idade, não conteve a emoção, pois estava a concorrer com 88 candidatas para a coroa da mulher mais bela do planeta.

Leila Lopes
Leila Lopes desfilando de fato-de-banho no concurso Miss Universo 2011

Agora com 30 anos e casada com o jogador de futebol americano, o nigeriano Osi Umenyiora, a ex-Miss relembrou os momentos mais marcantes com os fãs a partir da sua conta oficial do Instagram, e agradeceu a Deus, por ter a iluminado, até ser escolhida para ser a Miss Universo 2011.

Actualmente Leila Lopes tem trabalhado de forma afincada em projectos de criar a sua propria marca de sapatos e bolsas, focados para usuarios femininos, e é a madrinha do projecto social denominado “Kalema Radical”, com a finalidade de apoiar, e incentivar os jovens na pratica do skimboard em Angola.

Insultos raciais na internet

Assim que Leila foi eleita Miss Universo 2011, circularam reacções racistas pela Internet. Em textos escritos tanto em inglês como em português.

Houve internautas que fizeram comparações depreciativas, chamando-a de ”macaca” e ”repulsiva” ou dizendo que ”só falta Hollywood chamar a vencedora para fazer o papel de filha do King Kong”, entre comentários similares.

Leila Lopes e os momentos de Miss Universo
Foto de Leila Lopes sendo coroada a Miss Universo 2011

Reinado como Miss Universo 2011

Na altura, Leila Lopes agradeceu o apoio dos amigos e de todo o povo angolano, pois como detentora do titulo de Miss Angola, estava a ajudar o país, dando como exemplos: ajudar as crianças pobres, os idosos e as pessoas infectadas com o VIH/Sida.

Como a mulher mais bela do universo, Leila viajou em países como Singapura, Indonésia e África do Sul, onde contactou e prestou solidariedade à instituições de caridade e amparo a crianças carecidas.

Em Junho de 2012, Leila esteve no Rio de Janeiro, participando na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, ”Rio+20”, na qualidade de Embaixadora da Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD).

Leila Lopes
Foto de Leila Lopes ao lado dos integrantes do projecto Kalema Radical
Comenta Agora!