Sociedade

Manuel Vicente acusado de desviar 193 milhões de euros pelo braço direito de Isabel dos Santos

O antigo gestor das contas da empresária angolana Isabel dos Santos revelou que o antigo vice-Presidente da República Manuel Vicente desviou 193 milhões de euros quando era presidente do Conselho de Administração da Sonangol e pediu que ele seja investigado.

A notícia foi avançada nesta quarta-feira, 23, pela estação televisiva portuguesa SIC.

Mário Leite da Silva acusa Vicente de ter assinado um contrato falso para retirar dinheiro da Sonangol.

Este que deveria ter servido para comprar uma participação na empresa portuguesa Galp.

Isso através de uma denúncia dirigida a reguladores internacionais, entre os quais o Banco de Portugal.

Manuel Vicente de desviar 193 milhões de euros pelo braço direito de Isabel dos Santos
Mauro Leite da Silva

O antigo gestor das contas da empresária angolana Isabel dos Santos, foi citado pela televisão portuguesa como tendo revelado que o contrato de suprimento estabelecia que a petrolífera iria ceder mais de 193 milhões de euros à Esperaza.

A holding que haveria de ser detida pela Sonangol e Isabel dos Santos e que viria a assinar contrato com Américo Amorim para a compra de 33% da Galp.

“Este contrato é falso e foi levado ao conhecimento oficial pelo Ministério Público de Angola num processo judicial de arresto contra as pessoas de Isabel dos Santos e o seu marido Sindika Dokolo e contra a minha pessoa”, escreveu Silva.

A “ilegalidade” radica no fato do contrato de sete páginas ter sido assinado a 30 de novembro de 2005.

Dois meses antes de a Sonangol ter entrado no capital social da Esperaza, segundo Mauro Leite.

E antes, por isso, da empresa poder libertar o dinheiro, como veio efectivamente a acontecer.

Manuel Vicente de desviar 193 milhões de euros pelo braço direito de Isabel dos Santos

Os crimes que Mário Leite da Silva aponta a Manuel Vicente são peculato, abuso de confiança.

Bem como de burla, participação económica em negócio, branqueamento de capitais e falsificação.

Manuel Vicente de desviar 193 milhões de euros pelo braço direito de Isabel dos Santos

O antigo presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento Angola estende as suas acusações ao Ministério Público de Angola.

Por este actuar “em sub-rogação” dos interesses da Sonangol.

Alegadamente no sentido de obter o arresto dos bens de Isabel dos Santos, do marido da empresária, e dele próprio.

Uma vez que está aqui, veja também:

no entanto

Manuel Vicente de desviar 193 milhões de euros pelo braço direito de Isabel dos Santos no entanto

Similar Posts