Celebridades

Menina de um ano morre após ter ficado seis dias sozinha em casa

A mãe adolescente residente no Reino Unido festejou por seis dias enquanto a filha de um ano, Asiah, morria na unidade de Brighton Elizabeth Daoud. Verphy Kudi, deixou a sua filha de 20 meses sozinha e saiu para festejar confessou ter sido culpada pela morte da menina em Brighton na sexta-feira, de acordo com a Polícia de Sussex.

O tribunal ouviu que Verohy Kudi deixou o seu apartamento em 5 de dezembro de 2019 e compareceu a festas em Londres, Coventry e Solihull por um período de seis dias para comemorar o seu 18º aniversário, informou o jornal local The Argus.

Durante esse tempo, Asiah permaneceu em casa completamente sozinha e abandonada.

Kudi voltou à propriedade a 11 de dezembro e ligou para os serviços de emergência após aperceber-se que a sua bebé não dava sinais de vida.

Asiah foi levada ao hospital, mas foi declarada morta logo após a sua chegada.

A menina havia contraído gripe, e os resultados da autópsia revelaram que a sua morte foi causada por negligência, ouviu o Lewes Crown Court.

O detetive inspetor-chefe Andy Wolstenholme disse que o caso foi “particularmente angustiante” para os policiais.

“Este foi um caso particularmente angustiante para a minha equipe e eu investigarmos e causou grande tristeza entre a família de Verphy e as muitas agências que apoiaram Verphy e Asiah”, disse ele. “Observamos a confissão de culpa registada neste caso.”

Kudi deve ser sentenciada em maio, por enquanto permanece sob custódia.

A mãe adolescente e a sua filha viviam em habitação social e não tinham endereço fixo.

“Asiah não estava em um plano de proteção à criança e não estava envolvida com serviços de assistência social quando morreu”, disse um porta-voz do Conselho Municipal de Brighton e Hove, segundo a BBC.

Similar Posts