Miley Cyrus sempre teve dúvidas em relação à sua orientação sexua
Celebridades | Destaque

Miley Cyrus diz que teve a primeira relação amorosa com uma rapariga

A cantora norte-americana Miley Cyrus de 23 anos, diz que teve a primeira relação amorosa com uma rapariga e que não se sente “nem heterossexual nem gay”.

Em entrevista à revista Variety, Miley falou de forma franca sobre o processo de descoberta da sua sexualidade. A cantora, que namora com o actor australiano Liam Hemsworth, relata que desde criança, sempre teve dúvidas em relação à sua orientação sexual.

“Nunca percebi muito bem qual o meu género e qual a minha sexualidade”

“Sempre detestei a palavra “bissexual” porque isso implica colocar-me numa caixa”, explica Miley, acrescentando que “Nem sequer consigo pensar se alguém é um rapaz ou uma rapariga… Os meus olhos começaram a abrir-se para esta realidade quando estava no quinto ou no sexto ano”.

”A primeira relação da minha vida foi com uma rapariga”, confessa Miley que, no início deste ano, assumiu publicamente ser pansexual [termo que designa alguém que gosta de todos os géneros sexuais existentes e que não faz essa distinção segundo o binómio homem/mulher].

A cantora recordou que o processo de auto descoberta aconteceu quando visitou um centro LGBTQ [Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgénero e Queer] em Los Angeles.

“Comecei a ouvir as histórias das pessoas. Ouvi a de um ser humano em particular que não se identificava nem com o género masculino nem com o feminino”

Olhando para eles, achei-os belos, sexy, duros e ao mesmo tempo, vulneráveis e femininos mas também masculinos. E senti-me mais próxima dessa pessoa do que alguma vez me tinha sentido de alguém.” A cantora garante que foi esse momento que a ajudou a definir-se: “É por isso que não me sinto heterossexual nem me sinto gay. Porque não sou.”

Similar Posts