“Os prémios perdem relevância quando não são dados por mérito” Marko

0
Se for pra dar prémios a amigos organiza um almoço de quintal mas não faz ninguém de parvo

O modelo angolano Marko D’Santo fez uso da sua conta oficial do Instagram nesta quarta-feira (15), para manifestar a sua insatisfação a certos eventos de premiação realizados em Angola.

O modelo começou por dizer:

“Certos prémios perdem relevância quando não são dados por mérito, neste caso nomeados por mérito do trabalho”

Marko D’Santo indignado com certos eventos de  premiação realizados em Angola

“Alguém me pode explicar como é possível a estilista Nadir Tati não está ser nomeada como criadora do ano nesses prémios ?”, questionou Marko D’Santo.

 

“Estamos a falar simplesmente da Estilista Angolana mais internacional de todas, veste figuras emblemáticas da nossa sociedade, trabalha arduamente para promover o nome do nosso País pelos os quatro cantos do mundo, promove modelos Angolanos além fronteiras, dando a oportunidade de desfilar em grandes passarelas e mesmo assim não é reconhecida ?”

“Cantores que ninguém ouviu a música, Djs sem muita rotação e etc… Se for pra dar prémios a amigos organiza um almoço de quintal mas não faz ninguém de parvo”, besabafou o modelo.

Internautas também questionam os critérios de nomeação nos prémios

“Uma pouca vergonha Mano tudo com base em interesses, critérios sem nexos de pessoas que não entendem nada”, escreveu um interenauta.

“A realidade angolana é muito triste! Por isso digo, criar carreira em Angola é complicado e difícil! É visível a parcialidade. Deviam apoiar-se, mas parece que é ao contrário, a individualidade também é visível! Um lugar em que tudo acontece, ANGOLA…bem vindo!”, comentou um internauta.

Importa recordar que o  cantor angolano Preto Show, diz estar cansado das falsidades e conveniências que acontece nos ” TOPS” em Angola.