Celebridades

Piloto com braço amputado morre em corrida de motocross


A etapa de domingo do MX Córdoba prova de motocross da Argentina, terminou com a morte do piloto Alberto Zapata, o “El Wey”, atropelado por duas motos após perder o controlo da motocicleta e cair durante a competição. O argentino sobreviveu a acidente de carro em 2020 e voltou a disputar provas de motocross mesmo sem um braço.

Alberto Zapata, de 23 anos, morreu após cair e ser atropelado por duas motos em uma prova de motocross — Foto: Reprodução

Durante a corrida, realizada na cidade de San Agustin, Zapata caiu ao passar por uma elevação.

Dois competidores não conseguiram desviar do argentino a tempo e passaram por cima do piloto de 23 anos, que chegou a ser socorrido com vida, mas morreu no hospital.

O Zapata havia sobrevivido a outro grave acidente meses antes, em novembro,

Isso quando capotou o carro numa estrada e foi socorrido por um pedestre que avistou o veículo e chegou a fazer um torniquete no piloto.

Além de uma clavícula quebrada, ele teve o braço esquerdo amputado, mas contrariando médicos que cuidavam do seu tratamento, decidiu voltar a correr de moto, dando início ao treino em janeiro e participando da primeira corrida em fevereiro.

Globo Esporte

Similar Posts