Portugueses em Angola que desejam regressar ao seu país, devem pedir apoio até amanhã, a informação foi divulgada através da página da Internet do Consulado Geral de Portugal, em Luanda.

Ademais, na informação, o Consulado apela aos cidadãos portugueses em situações transitórias como turistas, empresários ou outros para indicarem as suas necessidades de retirada.

Além disso, todos os doentes com carências muito graves e comprovadas, também são chamados a indicarem a necessidade de retirada até ao final de 21 de março.

Segundo informações, os cidadãos deverão indicar o seu nome completo e dados do passaporte.

Apresentar também, contactos atualizados, morada em Portugal e breve descrição da situação em que se encontra, devidamente comprovada.

No entanto, o consulado alerta ainda para a necessidade de os cidadãos residentes estarem inscritos no posto consular e manterem os contactos atualizados.

Portugueses em Angola que desejam regressar devem pedir apoio até 21 de março

Portugueses em Angola que desejam regressar devem pedir apoio até 21 de março

Portanto, estas inscrições consulares serão provisórias e válidas por três meses.

Prazo que segundo o consulado, poderá ser prorrogado, dependendo da evolução da pandemia.

Todavia, devido à situação epidemiológica, o acesso ao Consulado Geral será limitado às pessoas com marcação prévia.

Igualmente, a tramitação de vistos será limitada aos casos urgentes devidamente comprovados, tal como óbitos, saúde, familiares de cidadãos da UE.

A saber, Angola fechou hoje às 00 horas, as suas fronteiras terrestres, marítimas e aéreas à circulação de pessoas.

Dando assim, suspensão a todos os voos comerciais e privados de passageiros, por um período de 15 dias.

Entretanto, o Governo Angolano também suspendeu as aulas em todas as instituições de ensino, por 15 dias.

Tudo isso, para prevenir a propagação da doença Covid-19, provocada pelo novo coronavírus.

Recordar que, a pandemia levou vários países a adotar medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena.

Assim sendo, Taís Araújo fala sobre o período de quarentena que vive. Saiba mais aqui.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.