O responsável congolês pela luta contra a pandemia, no seu país, Jean-Jaques Muyembe, declarou ontem(3) em conferência de imprensa, que a República Democrática do Congo está pronta para receber ensaios de uma futura vacina contra a Covid-19.

A saber que Jean-Jacques Muyembe é um microbiologista congolês.

Ele é o diretor-geral do Instituto Nacional da República Democrática do Congo(RDC) para a Pesquisa Biomédica.

Muyembe estava ao lado do embaixador dos Estados Unidos de América na RDC, Mike Hammer, quando declarou o seguinte:

“Fomos escolhidos para fazer os ensaios.

Seja a vacina produzida nos Estados Unidos,

no Canadá ou na China.

Nós somos candidatos para fazer os ensaios”

Ademais, o microbiologista congolês adiantou que os primeiros ensaios clínicos serão realizados entre os meses de julho e agosto.

Em agosto de 2019, Muyembe liderou a pesquisa que descobriu o tratamento mais eficaz para o Ebola.

Por esta razão, nos seus argumentos, comparou a Covid-19 ao Ébola:

“A dada altura a covid-19 será uma situação incontornável.

A única maneira de controlar será através de uma vacina,

tal como acontece com o ébola.

Foi uma vacina que nos ajudou a acabar com essa epidemia”

República Democrática do Congo pronta para receber ensaios de vacina contra a Covid-19

República Democrática do Congo pronta para receber ensaios de vacina contra a Covid-19

As palavras de Jean-Jaques Muyembe, foram duramente criticadas por alguns congoleses que recusam ser cobaias humanas.

Bem como o músico sueco-congolês Mohombi, que usou a sua conta oficial no Twitter para mostrar a sua indignação:

“Estimados médicos, cientistas e impérios farmacêuticos,

quando tiverem acabado de testar as vossas vacinas #covid19 nos animais,

antes de pensarem em testá-las em africanos,

um povo pelo qual nunca mostraram consideração,

testem-nas em vocês mesmos”

Do mesmo modo, a associação francesa SOS Racismo manifestou-se através de comunicado e deixou claro:

“Não, os africanos não são cobaias”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 57 mil.

Na RDC, já 148 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus.

Ademais, o país já registou 16 mortes pela Covid-19 e 3 casos forma recuperados.

República Democrática do Congo pronta para receber ensaios de vacina contra a Covid-19

Uma vez que está aqui, saiba mais sobre o país que ultrapassou as 10 mil mortes pela Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.