Celebridades

Sangue de animais era receita de médico do Bayern para lesões

Responsável pelo departamento médico do Bayern Munique era defensor de uma prática que é proibida nos EUA por ser comparada ao doping.

A demissão do médico do Bayern Munique, Hans-Wilhelm Müller-Wohlfahrt, que estava há mais de 30 anos no departamento médico do clube bávaro, tem causado muita polémica e acaba por ser questionado por defender algumas técnicas de tratamento pouco ortodoxas.

Segundo noticia a imprensa alemã, o facto de alguns jogadores terem levado três ou quatro vezes mais tempo do que o esperado a recuperarem das respetivas lesões, fez ressurgir o debate acerca de algumas técnicas que o médico usava.

O uso da substância Actovegin – criada através da filtragem de sangue de bezerro – aumenta a capacidade aeróbica dos jogadores. No entanto, esta é proibida em alguns países como os Estados Unidos da América (EUA), por criar efeitos semelhantes aos do doping e levou mesmo à condenação do médico Anthony Galea em terras do ‘tio Sam’.

A favor de Muller-Wohlfahrt está o facto de este já ter tratado grandes atletas como o ex-tenista Boris Becker ou o atleta jamaicano Usain Bolt.

Similar Posts