Selecção angolana perde no ensaio com Benfica de Luanda

0
Selecção angolana
Selecção angolana

A selecção  angolana de Futebol teve um teste proveitoso esta terça-feira, no estádio 11 de Novembro, com o Benfica de Luanda, apesar da derrota por 1-2, no ensaio de estratégia para o jogo do próximo sábado com a similar da Swazilândia, para segunda “mão” das preliminares da Taça CHAN2016, no Rwand.

Foi o teste a todos níveis agradável, onde o técnico Romeu Filémon, ensaiou o provável “onze” para a partida frente aos swazis.

A fomação do Benfica de Luanda, quarta classificada do presente campeonato nacional de futebol da primeira divisão, Girabola2015, adiantou-se no marcador, aos cinco minutos, por intermédio de Hélio, num golo de belo efeito na sequência de um livre directo.
Os Palancas Negras empataram, aos 14 minutos, por Gelson, no seguimento de um cruzamento de Ary Papel.

Os “encarnados” da capital, integrado no grupo de segundos do Girabola, foi dando réplica à selecção nacional que necessita de confirmar o empate a dois golos que conseguiu em casa do adversário.

A passagem do vigésimo minuto, Gelson sem calma não conseguiu bater pela segunda vez o guarda-redes Helber.

Com cerca de mil pessoas a presenciarem este ensaio do jogo com a Swazilândia.

O Benfica desfez a igualdade, aos 31 minutos, novamente por Hélio, na transformação de uma grande penalidade, após derrube de um avançado.
À passagem do 41º minuto, o árbitro Conceição Matias expulsou o guarda-redes Helber, por defender a bola com a mão fora da área.

Após concertação entre os técnicos e o árbitro, entrou o guarda-redes suplente, Fucker, mantendo os 11 de jogadores, para dar maior rodagem à equipa nacional.

Este foi o resultado com que se atingiu o intervalo. No reatamento, os Palancas Negras apareceram mais ofensivos, com sucessivos remates à baliza de Fucker, o técnico lançou os os suplentes  Jotabe, Paty, Paizo, Felipe, Pirolito, Dany, Alexander, Fredy, Mano, para os lugares, respectivamente, de Mario, Job, Gelson, Gilberto, Manucho Dinis, Amaro, Dário, Ary Papel e Mingo Billy, continuaram em campo dois jogadores do centro da defesa, designadamente Fabrício e Kuagica.

No encontro da primeira “mão” disputado em Mbabane, no passado dia 21, as duas selecções empataram a duas bolas. Assim, Angola apura-se desde que obtenha, na pior das hipóteses, empate a um golo.

Fonte: tpa.sapo.ao

 

Comenta Agora!