No fim da noite de sexta-feira(8), Sílvio Nascimento decidiu falar sobre um dos assuntos mais comentados do país, a Covid-19, entretanto desta vez, o actor virou-se para a vertente do contágio e criticou o Ministério da Saúde por causa do famoso “caso 26”.

Angola têm actualmente um registo de 43 casos confirmados de Covid-19.

Desde o surgimento da doença a 21 de março do corrente ano, o país só veio a ter registos de casos de transmissão local um mês depois e alguns dias depois, a 27 de abril.

O caso deu-se pela transmissão do vírus do vigésimo sexto(26) paciente com coronavírus no país, a uma jovem de 16 anos.

O homem que infectou a jovem, quebrou as regras de quarentena e teve contacto com várias pessoas que até ao momento já algumas estão infectadas.

O outro caso de transmissão local tem a ver com o “caso 31”, que tal como o 26, também quebrou as regras e transmitiu o vírus para algumas pessoas.

Sílvio utilizou as suas redes sociais para abordar o tema.

Sílvio Nascimento critica Ministério da Saúde por causa do “Caso 26”

O actor chamou atenção ao Ministério da Saúde(MINSA)com relação à divulgação dos dados de contágio local.

Conforme explicou Sílvio Nascimento, o MINSA não devia ter exposto os dois casos.

O também apresentador, fez várias questões para expor as suas ideias:

“A Comunicação que o MINSA tem feito quanto aos casos positivos

está correcta mesmo dessa maneira?


Para que efeitos nós precisamos de saber que a contaminação de 3,4

ou 10 pessoas teve como “CULPADO” o caso 26, 31, ou 189?

Não era suposto que essa informação fosse interna apenas,

uma informação entre o GOVERNO para que soubessem como agir

e não aumentar a propagação do vírus?”

Sílvio Nascimento critica Ministério da Saúde por causa do "Caso 26"

Sílvio Nascimento chamou atenção ao que poderá estar a tentar passar o MINSA ao povo divulgando esses dados.

Ademais, o actor refletiu também sobre os efeitos que a divulgação dos dados poderá ter sob a família dos respectivos infectados com coronavírus que não são “criadores do vírus” segundo disse Sílvio.

Tendo em conta a revolta que poderá surgir o povo face aos casos “26 e 31”, Sílvio Nascimento questionou se o MINSA está a informar ou a incitar a população.

Entretanto, o reconheceu o trabalho da ministra da saúde, Sílvia Lutucuta.

Sílvio deu os parabéns a representante da saúde pública de Angola, pelas lutas que esta enfrenta.

Posteriormente, o actor realçou que se deve ter cuidado ao se disseminar informações para uma pluralidade de pessoas.

Por fim, Sílvio terminou a sua abordagem da seguinte forma:

“Ao lidar com situações sensíveis Todo o cuidado é pouco.”

Contudo, confira o post que deu origem a esta matéria:

View this post on Instagram

Sobre a COVID 19 Angola, vamos ainda conversar um bocado. A Comunicação que o MINSA tem feito quanto aos casos positivos de está correcta mesmo dessa maneira ? Para que efeitos nós precisamos de saber que a contaminação de 3,4 ou 10 pessoas teve como " CULPADO " o caso 26, 31, ou 189? Não era suposto que essa informação fosse interna apenas , uma informação entre o GOVERNO para que soubessem como agir e não aumentar a propagação do vírus ? O quê que estão a tentar passar ao Povo? O que poderá acontecer aos Familiares dos Pacientes que também são vítimas dessse contágio e não criadores do Vírus?? Essas Informações facilmente chegam aos nossos celulares por via das redes sociais e pela Televisão Pública e em poucos segundos sabemos quem são as pessoas envolvidas, onde moram e de que família se tratam, o quê que o Ministério da Saúde quer que o Povo faça com essa informação que trás revolta entre várias pessoas??? Onde está o sigilo e proteção da identidade do paciente que ainda é um Cidadão? Estão a informar ou a incitar a População??? Parabenizo a Ministra por vários, inúmeros momentos e lutas mas temos que ter muito cuidado a informar uma pluralidade de pessoas, a forma como falamos, aquilo que falamos pode causar problemas maiores do que o real problema que temos de travar que é a Pandemia e não transformarmos as verdadeiras vítimas que somos todos nós em meros Culpados ou "carne pra canhão ". Ao lidar com situações sensíveis Todo o cuidado é pouco. Sílvio Nascimento

A post shared by Sílvio Nascimento Wolo (@silvionascimento0) on

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.