Celebridades

Sono mata adeptos na China

Pelo menos três adeptos de futebol chineses morreram depois de passarem várias noites sem dormir para verem em directo os jogos do Mundial de Futebol 2014 no Brasil, revelaram os media chineses.

O primeiro caso, noticiado na segunda-feira, envolveu um jovem de 24 anos que morreu repentinamente na madrugada de sábado em Suzhou, no leste da China, quando assistia ao jogo entre a Espanha e a Holanda, que se realizou em Salvador da Baía.
O segundo caso, noticiado ontem, diz respeito a um homem de 51 anos, que morreu de ataque cardíaco em Dalian (noroeste), quando assistia ao mesmo jogo. Segundo a agência estatal Xinhua, este adepto, Li Minggiang, foi jogador profissional de futebol na juventude e assistia ao jogo com um grupo de amigos.
Também noticiado ontem, o terceiro caso envolveu um adepto de 39 anos que morreu no domingo em Xangai (sudeste), durante o jogo entre o Uruguai e a Costa Rica.
Segundo o diário “Shangai Daily”, a vítima sofria de tensão alta e estava acordada há três dias consecutivos para ver o Mundial. Durante aquele jogo, Zhou desmaiou e foi levado para o hospital, onde acabou por morrer de hemorragia cerebral. Estas cidades chinesas têm uma diferença horária média de 11 horas em relação ao Brasil, pelo que as partidas do Mundial são transmitidas no país durante a madrugada.
Os primeiros jogos de cada dia no Brasil realizam-se quando é meia-noite na China, e os restantes quando são 3h00, 4h00 ou 6h00.
Os canais desportivos chineses repetem as transmissões durante o dia, mas muitos adeptos preferem vê-los em directo.
Em anteriores campeonatos mundiais ou europeus de futebol também se registaram mortes atribuídas à falta de descanso entre os adeptos chineses.

Similar Posts