Destaque

Suicídio: Após ser constituído arguido morre gestor de conta de Isabel dos Santos no EuroBic

Nuno Ribeiro da Cunha, o gestor de conta de Isabel dos Santos no EuroBic, foi ontem encontrado morto na sua residência em Lisboa, no mesmo dia em que foi constituído arguido pelo caso Luanda Leeks, a causa da morte foi suicídio.

Nuno era diretor do private banking do EuroBic e gestor da conta da Sonangol.

Ademais, este foi encontrado morto ontem por enforcamento.

A primeira tentativa de suicídio de Nuno Ribeiro

No passado dia 7 de janeiro deste ano, Nuno Ribeiro da Cunha foi encontrado na sua casa, com ferimentos nos pulsos e no abdómen.

O diretor do EuroBic disse a Polícia Judiciária(PJ) que se tinha tratado de uma tentativa de suicídio, motivada por uma depressão.

Entretanto, na altura a PJ colocou três hipóteses possíveis para o sucedido:

Tentativa de suicídio, simulação de uma tentativa de suicídio ou tentativa de homicídio.

A PJ estava a investigar uma possível suspeita de tentativa de homicídio ligada ao caso que envolve Isabel dos Santos.

Nuno Ribeiro da Cunha foi ontem, 22 de janeiro, constituído arguido pelas autoridades angolanas.

No entanto, a televisão portuguesa, TVI contactou Nuno Ribeiro durante estes dias.

E este afirmou que foi uma tentativa de suicídio ligada a um episódio de esgotamento e depressão.

Nuno disse, porém, que não está relacionado com questões profissionais.

O gestor de conta de Isabel dos Santos no EuroBic

Nuno Ribeiro da Cunha, foi o gestor da conta da Sonangol que efetuou algumas das transferências suspeitas reveladas no caso Luanda Leaks.

Neste sentido, a Procuradoria-Geral da República de Angola, constituiu como arguido, Nuno Ribeiro.

Isabel dos Santos, Cristina Fidalgo Oliveira, Sarju Raikundalia, e Mário Filipe Leite da Silva, também foram constituídos arguidos ontem.

Uma vez que está aqui, saiba mais sobre o processo judicial instaurado sobre Isabel dos Santos!

Similar Posts