Um resumo de inteligência escrito pelo Serviço Federal de Proteção dos Estados Unidos da América, dá a conhecer o que supremacistas brancos, um grupo extremista de homens motivados pela superioridade da raça branca(WRMVEs), pretende fazer do coronavírus uma arma biológica para infectar os seus alvos.

O documento do mês de fevereiro, foi obtido pela Yahoo Notícias.

Este mostrava que os WRMVEs discutiam on-line sobre o que fariam se um deles fosse infectado pelo coronavírus.

As discussões ocorreram num canal de aplicativos do Telegram.

De acordo ao mesmo documento, esses indivíduos declaravam que a sua “OBRIGAÇÃO” era de espalhar o vírus.

Estes visaram especificamente “as comunidades policiais e minoritárias, com alguma menção a locais públicos em geral”.

Os WRMVEs contrariam desse modo, os esforços realizados pelas autoridades de saúde dos EUA, que tal como o mundo todo, têm o objectivo de travar o novo coronavírus.

De acordo com o resumo:

“Quando os WRMVEs discutiram o vírus,

eles usaram termos como corona-chan,

bowlronavirus (com referência a Dylann Roof)

e boogaflu

(modificação do termo boogaloo,

que é usado para referenciar uma futura guerra civil).”

Supremacistas brancos planeiam fazer do coronavírus uma arma biológica para infectar os seus alvos

Supremacistas brancos planeiam fazer do coronavírus uma arma biológica para infectar os seus alvos

Segundo o resumo, os extremistas violentos de motivação racial branca, definiram como táctica de disseminação da pandemia, os seguintes pontos:

  • Indivíduos infectados “passam o maior tempo possível em espaços públicos com os seus ‘inimigos’”;
  • devem ir aos escritórios locais do FBI e deixar saliva nas maçanetas das portas;
  • cuspir nos botões do elevador;
  • deixando itens com o vírus em várias cenas de crime para que os detetives fossem expostos;
  • e, de maneira mais geral, espalhar germes em bairros não brancos.

Ademais, o documento diz que os WRMVEs, são conhecidos por viajar para o exterior para adaptar as táticas de terroristas estrangeiros, e diz também que:

“É provável que eles estariam dispostos a viajar para a China

para trazer o coronavírus de volta aos EUA”

Supremacistas brancos planeiam fazer do coronavírus uma arma biológica para infectar os seus alvos

Supremacia branca: o que é?

Supremacia branca é uma forma de racismo centrada na crença e na promoção da mesma, de que a raça branca(caucasiana), é superior as demais.

E que, portanto, os ‘brancos’ devem governar politicamente, economicamente e socialmente os não-brancos.

Nesse sentido, o objectivo primordial dos WRMVEs, é de infectar com o coronavírus todos os não-brancos e membros da polícia.

Uma vez que está aqui, saiba mais sobre o apoio que o BFA dará a Angola para o combate a Covid-19.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.