The Voice Angola
Celebridades

The Voice Angola: Talentos empolgam mentores

O palco vermelho e preto do The Voice Angola continua a descobrir talentos para a música nacional. No Episódio de ontem, 25 de Outubro, Walter Ananás finalmente conseguiu os primeiros talentos para a sua equipa.

Os mentores Paulo Flores, Dji Tafinha e Yola por esta ordem viraram as cadeiras para Luís Sebastião, primeiro candidato da noite a actuar. A exibição do talento foi digna do elogio não só dos mentores mas também da ovação da plateia. Na circunstância, Luís cantou “Desespero de Robertinho” que lhe garantiu a entrada na equipa de Paulo Flores.

A segunda actuação da noite foi a de Celma Palmira. A jovem de 25 anos cantou “Bibi” de Kiaku Kiadaffi e não viu nenhum dos mentores virar para si. Segundo o mentor Walter Ananaz, a candidata preocupou-se mais em cantar tal e qual como o autor da música, do que em mostrar as suas potencialidades. “Interpretar, sim, mas não fazer copy paste”, explicou o mentor.

Já conhecida do público, Lena Ayres foi a candidata seguinte a tentar impressionar os

mentores com a sua voz, cantando “Impossible” de Shottele. E conseguiu pelo menos um deles, no caso Walter Ananaz. “Ela tem todos os requisitos para ser uma grande cantora”, considerou Yola Semedo. Desta forma,Walter quebrava o enguiço de ainda não ter nenhum talento na sua equipa. Thinking out loudde Ed Sheeran foi a canção seguinte a ser cantada por um talento. Waldemar Ngiombo, 29 anos, estreou-se no The Voice Angola com esta música referida e foi bem-sucedido. Viu Yola e Walter virarem para si ao mesmo tempo, sorriu, e no final escolheu Walter Ananaz como mentor. “Foi uma escolha já previamente feita”, explicou na ocasião.

Quem também brilhou ontem foi Mariedne Feliciano, luandense de 26 anos, que impressionou Walter e Yola cantando “Listen” de “Beyoncé. Yola, que no final foi a mentora escolhida, qualificou a voz da candidata como “muito poderosa”. Igual sorte não teve Frederico Chiminguisse que interpretou “Porquê” de Matias Damásio. “Temos o privilégio de ver passar por aqui pessoas com enorme potencial, pena que não podemos ficar com todos”, comentou Paulo sobre a prestação em palco do jovem.

O momento seguinte no episódio de ontem foi de suspense. Em palco estava Ema Pimentel que cantou o hit “I will always love you” de Whitney Houston. Só nos derradeiros segundos um mentor virou-se para si. Foi Walter Ananaz que justificou a demora por “estar a procura de algo único, diferente”. “Já quase não acreditava que entraria no The Voice Angola”, revelou a talentosa candidata aos prantos. Arine Amini cantou “Depois do fim” de Yola Semedo e correspondeu. “Ela esteve calma, segurou bem as notas graves, e cantar a Yola Semedo não é fácil”, argumentou Paulo Flores que acabou por ser a escolha de Amini.

Ana Jorge, veio de Benguela para fechar com sucesso o terceiro episódio do Thve Voice Angola. Conseguiu concretizar um sonho de infância que era trabalhar com Yola Semedo. Tal foi possível graças à excelente performance na interpretação de Someone like you” de Adelle.

O terceiro episódio do The Voice Angola vai ao ar no próximo dia, 2 de Novembro às 19 horas no Canal Jango Luxo.

Por esta ordem as equipas dos mentores do The Voice Angola estão assim constituídas:

Yola Semedo: Ismira Samapaio, Teresa Kiala, Avelino Kussamo, Indira Carneiro, Ana Jorge;

Paulo Flores: Manuel Borges, Yuritze Romero, Ema Silva, Winny Guerra, Luís Sebastião e Arine Amini;

Dji Tafinha: Carlos Muhongo, Esperança Quizango, Núria Gime, Evandro Almerindo;

Walter Ananás: Lena Ayres, Waldemar Ngombo e Ema Jaqueline;

Similar Posts