Vacinação em massa para países africanos só em 2023 afirma estudo
Celebridades

Vacinação em massa para países africanos só em 2023 afirma estudo

De acordo a previsão da The Economist Intelligence Unit, a maioria dos países africanos só terá imunização em massa a partir de 2023, pois, com o evoluir da pandemia, muitos dos países mais frágeis poderão desistir da vacinação.

Vacinação em massa para países africanos só em 2023 afirma estudo

Vacinação em massa para países africanos só em 2023 afirma estudo

O relatório da The Economist Intelligence Unit prevê que a maioria da população adulta nas economias avançadas terá sido vacinada até meados de 2022.

Para os países de rendimento médio, este período prolongar-se-á até finais de 2022 ou princípios de 2023.

Enquanto para as economias mais pobres, a imunização em massa levará até 2024, se chegar mesmo a acontecer.

Nesta última fase, encontram-se a generalidade dos países africanos, incluindo os lusófonos Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, bem como Timor-Leste.

No continente africano, a excepção é a África do Sul.

Este que segundo o relatório, deverá ter a generalidade dos seus cerca de 58 milhões de habitantes vacinados até meados de 2022.

Marrocos, Egipto, Quénia, Etiópia e o Gabão deverão atingir essa meta em finais de 2022.

Vacinação em massa para países africanos só em 2023 afirma estudo

O estudo estima, no entanto, que os fornecimentos de vacinas venham a sofrer atrasos.

Bem como a acontecer a um ritmo mais lento do que o inicialmente previsto.

Principalmente se os atrasos na produção e entrega para os países mais ricos se agravarem.

“Dado que já ocorreram problemas inesperados na aquisição e fornecimentos na maioria dos países desenvolvidos, é provável que os países em desenvolvimento com infraestruturas pobres, poucos trabalhadores na área da saúde e refrigeração inadequada encontrem ainda mais dificuldades” na implementação dos seus planos de vacinação, aponta o estudo.

“Isto significa que para muitas nações pobres, a chegada generalizada de vacinas só terá início em 2023, se acontecer de todo”, acrescenta.

Por: Jornal de Angola

Uma vez que está aqui, veja também:

Vacinação em massa para países africanos só em 2023 afirma estudo

Similar Posts