O Valência colocou um ponto final na série de 22 vitórias seguidas do Real Madrid em jogos oficiais. Foi também a segunda derrota do Real fora de portas na Liga Espanhola.

Acabou a invencibilidade do Real Madrid. O Valência, orientado pelo português Nuno Espírito Santo, acabou com a série de 12 vitórias seguidas do Real Madrid na Liga Espanhola, ao vencer os merengues por 2-1. Enzo Pérez estreou-se a titular, André Gomes fez um bom jogo. CR7 marcou e somou mais dois recordes.

No jogo grande da 17.ª jornada da Liga Espanhola, o Real Madrid sentiu inúmeras dificuldades para ultrapassar a bem organizada e aguerrida formação do Valência. Apesar de ter sido apresentado há dois dias, Enzo Pérez saltou diretamente para o onze de Nuno Espírito Santo para jogar ao lado de André Gomes.

O jogo foi muito bem disputado, com muita luta pela posse da bola, o que levou as equipas a cometerem muitas faltas. O árbitro Jesus Gil parecia um “pistoleiro”, tal a velocidade com que puxava dos amarelos. Ao todo mostrou nove amarelos.

O Real adiantou-se no marcador aos 14 minutos por Cristiano Ronaldo, na transformação de uma grande penalidade por mão na bola de Negredo.

Com o golo, CR7 CR7 igualou o mítico Raúl González como melhor marcador de sempre do Real Madrid em jogos fora de portas na Liga espanhola. Os dois apontaram 87 tentos nos encontros dos merengues longe do Bernabéu. Ronaldo tornou-se também no sexto melhor marcador de toda a história das cinco principais ligas europeias (Espanha, Itália, Inglaterra, Alemanha e França), com um total de 287 golos marcados desde 2003. No topo desta lista está Jimmy Greaves, que de 1957 a 1971 marcou 366 golos.

No segundo tempo, o Valência deu a volta ao marcador. Num enocontro vivo, com o perigo a rondar as duas balizas, a turma Che chegou ao empate aos 52 minutos. Gayá deixou para Barragán na direita, que rematou forte e cruzado. A bola desviou em Pepe e traiu Casillas.

Empurrados pelos quase 55 mil que lotaram o Nuevo Mestalla, o Valência conseguiu a reviravolta aos 65 minutos, por intermédio de um ex-jogador do FC Porto. Após canto na direita cobrado por Parejo, Otamendi ganhou a Sérgio Ramos nas alturas e cabeceou para o fundo das redes.

Em vantagem, o Valência recuou e passou a jogar em contra-ataque, com o Real a tentar chegar ao empate mas sem sucesso.

Grande trabalho dos homens de Nuno Espírito Santo que já tinham derrotado o campeão Atlético Madrid e perdido para o Barcelona apenas no último minuto. O Valência colocou um ponto final na série de 22 vitórias seguidas do Real Madrid em jogos oficiais. Foi também a segunda derrota do Real fora de portas na Liga Espanhola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.