Após causar alvoroço nos internautas ao criticar duramenrte Yannick Afroman, K9 veio a público dizer que o beef foi um teste aos artistas do seu país e que o angolano tem um curriculum de ouro.

O portal moçambicano Moz Entretenimento voltou a contactar o rapper onde confessou que  Yannick está longe de ser o pior rapper dos PALOP, tal como escreveu na sua página do Twitter.

O insulto serviu para ver qual seria a reacção dos moçambicanos, que, no entender de K9, dão mais valor aos músicos angolanos. O próprio artista diz ter consultado a imprensa cor de rosa para a difusão da provocação.

“AfroMan foi só um nome que usei para no fim de tudo saber como os moçambicanos reagiriam. Todos gastaram o seu rico tempo com frases fúteis, frases ofensivas, estúpidas e arrogantes e nunca gastaram o rico tempo em alimentar a alma de muita música nacional”

K9 diz que Yannick tem um curriculum de ouro e o chama de ''Pai Grande''
Imagem do rapper moçambicano K9

K9 concluiu que no final de tudo 80 por cento dos moçambicanos além de valorizarem os artistas de fora, preferem dar atenção aos seus compatriotas quando eles erram, ou pior, quando ofendem alguém que nem é de Moçambique.

”Se for angolano é defendido com unhas e garras”

Ao contrário daquilo que escreveu, K9 diz que Yanick Afroman tem um currículo de ouro, e o chama de “Pai grande”.

“O Afroman é um rapper de longa data com um currículo de ouro e uma personalidade forte. É um exemplo a seguir no rap PALOP, é pai grande, merece mais reconhecimento e respeito que muitos outros rappers”. Salientou o rapper moçambicano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.