A cantora angolana Yola Semedo junta-se ao Ernesto Bartolomeu, e tantas outras figuras que, a partir das 9 horas do dia 2 de março marcham contra a violência doméstica.

Yola Semedo convida a sociedade a participar da marcha.

Salientar que, a cantora mostrou-se solidária e não ficou de fora deste gesto de amor.

A diva da música nacional confirmou a sua presença e garantiu que juntos podem acabar com a violência

Juntos nos somos capazes, gritemos não a violência doméstica.

Salientar que, a concentração será na Avenida Ho Chi Minh próximo a Tpa.

E tem como lema o “diálogo em primeiro lugar”.

Lembrar que, no mesmo dia, os artistas como, Puto Prata, Ary, Halison Paixão, Nagrelha, Tuneza e outros, também farão uma marcha.

Esta será alusivo a luta é contra a violência sexual e doméstica.

Acrescentar que, a concentração está marcada para o largo da Lac as 8.

Importa salientar que, o problema da violência doméstica é um, entre os tantos que tem preocupado a nossa sociedade por ser complexo.

Deve merecer um tratamento que produza resultados concretos de efectiva produção dos que podem ser e são vítimas.

A violência produz transtornos no processo de ensino-aprendizagem.

Lembrar que, é necessário que se fortifique o vínculo da relação família, escola e sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.