Zona 5 de volta a angola após temporada na Europa
Celebridades | Destaque

Zona 5 de volta a Angola após temporada na Europa

Zona 5 de volta a angola após temporada na Europa
 
Os fãs do talentoso grupo de hip hop “Zona 5” podem finalmente ficar descansados, os autores dos hit “Estás a se dar” regressaram de uma cansativa mas produtiva temporada na Europa, onde os cantores aproveitaram para gravar vídeos clipes e fazer espectáculos em cidades como Lisboa, Porto ou Paris, com vista a uma expansão e internacionalização de suas carreiras.
Zona 5 lança novo video clipe
Durante a fase que o grupo ausentou-se do país, deram a conhecer aos fãs todas as novidades por intermédio das redes sociais, nomeadamente as da gravação do video oficial da faixa “Pablo” e “Estragar tudo”. Já com o sentimento de missão cumprida, a Zona 5 volta a casa para continuar a dar cartas no mercado angolano, uma vez que prepara o lançamento do próximo álbum de originais intitulado “Libertuz“.
No regresso a casa Fabious prometeu um ano de muito trabalho por parte do seu team e avançou que para além do tão aguardado álbum, em data a anunciar, o grupo vai realizar um grande show para matar as saudades do publico da casa.

Zona 5 de volta a casa para dar sequência a obra Libertuz

De recordar que o grupo lançou o primeiro álbum em 2008 “Caixa dos Sonhos”, o segundo em 2011“Impressões Digitais” o terceiro em 2015 “Tapete Vermelho” e agora dará a sequência com o Libertuz.

Sobre Zona 5

Os Zona 5 foram fundados em 2005. Até então, Fábious e Abd pertenciam ao grupo Click Lv e Obie à Romw Squad. Gm e Dj Bruno AG mantinham projectos a solo.
A formação do grupo Zona 5 surge a convite de Obie a Fábious. Ao saber do projecto, Abd mostrou-se interessado e acabou por integrar o colectivo.

Meses depois, o grupo junta-se à produtora Mille Mambos, responsável pelo lançamento de outros nomes da música, entre os quais pontificam os Kalibrados.

O seu primeiro álbum de originais, Caixa dos Sonhos, compila músicas com temas tão diversos como as diferenças sociais, as opções sexuais e a discriminação racial.

Similar Posts